www.juracireboucas.org: Whey Protein, O QUE É? - Por Lucimeire Santos

Casa Sousa

Casa Sousa

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Whey Protein, O QUE É? - Por Lucimeire Santos

Lucimeire Santos

Whey Protein

O QUE É?

São proteínas do soro do leite, comumente chamadas de whey protein, são  proteínas obtidas do líquido formado após o processo de
coagulação do queijo. Contêm todos os aminoácidos essenciais em quantidades suficientes (BCAA). Além disso são proteínas de rápida absorção e metabolização, sendo que essa função é principalmente mediada pela sua alta concentração de leucina, que é considerado o aminoácido de iniciação da síntese protéica por conta do seu caráter sinalizador.

PARA QUE SERVEM?
Para auxiliar na hipertrofia muscular aumentando a síntese protéica, além de fornecer substratos necessários para atuar na redução de gordura corporal através das suas elevadas concentrações de cálcio lácteo (forma de maior biodisponibilidade deste mineral). Atuam na formação de glutationa, um potente agente antioxidante que irá combater os radicais livres formados pelo organismo. O processo de hidrólise também favorece a formação de peptideos bioativos, como a lactocinina que possui um efeito hipotensor.

QUAIS SÃO OS TIPOS?

Existem dois tipos: Whey Protein Concentrado e a WPI (Whey Protein Isolado). Estas podem sofrer hidrólise - WPH (Whey Protein Hidrolisada) — o processo de hidrólise garante uma melhor absorção e aproveitamento da proteína, sendo considerada a melhor forma encontrada.
A forma mais comum encontrada para suplementação é em pó, mas também pode ser encontrada na forma de bebidas prontas para consumo ou em tabletes.

COMO USAR?
O uso da Whey Protein varia de acordo com o objetivo desejado. Para o aumento da massa magra, indica-se a ingestão 15 minutos pós-treino com água e dextrose. O uso deste carboidrato garante uma eficiente metabolização protéica, por estimular a liberação da insulina, e ainda fornecer energia para realização da síntese protéica. Para o emagrecimento indica-se usar 45 minutos após o término da atividade física. O uso com leite, não é indicado, pois o mesmo possui gordura, lactose e caseína, que são fatores que prejudicariam a rápida absorção desempenhada por essa proteína.

EXISTEM EFEITOS COLATERAIS?

Não existem efeitos adversos relacionados ao uso deste suplemento. Porém tudo em excesso faz mal, com a proteína do soro do leite não é diferente. Em geral seguimos uma recomendação de ingestão de proteínas. Assim que o índivíduo ultrapassa a ingestão diária recomendada (IDR) começam a aparecer problemas. O grupo das proteínas é igual aos dos carboidratos e lipídeos em relação a conter átomos de carbono, hidrogênio e oxigênio, porém, diferem-se pela presença de nitrogênio (16%) junto com enxofre. O excesso de nitrogênio quando não é filtrado por completo nos rins no ciclo da uréia, dificultam a excreção da amônia, que pode trazer desconforto abdominal, cálculos renais e outros problemas.

Por isso antes de iniciar o uso procure um profissional Nutricionista.

Lucimeire Santos
Colunista

www.jurcireboucas.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, não refletindo a opinião da equipe deste blog. Todos os comentários serão moderados pela direção deste blog, sendo que os mesmos deverão ser identificados para serem aceitos, seja qual for o seu teor.